Estresse atrasa a menstruação?

O atraso da menstruação é um dos sintomas mais precoces da gravidez. Porém, a gravidez não é a única justificativa para o atraso menstrual. Vários outros fatores podem nos levar tanto ao atraso quanto, até mesmo, à ausência temporária da menstruação, desde fatores ambientais como fatores de estresse¹.

Existem várias disfunções no organismo que podem causar esta situação. Os distúrbios emocionais, como os que ocorrem em situações estressantes, são capazes de interferir sim no ciclo menstrual.

O sistema nervoso central apresenta áreas ligadas à reprodução, além do hipotálamo. Estas áreas, denominadas de supra-hipotalâmicas, estão situadas principalmente no sistema límbico. Embora o conhecimento sobre os neurotransmissores envolvidos nas alterações psicológicas e gonadotróficas ainda seja parcial, está comprovado que o sistema nervoso central estimula o hipotálamo e pode também interferir na sua ação sobre a hipófise¹.

Logo, a função menstrual normal depende das ações dos ovários, da hipófise, do hipotálamo e do sistema nervoso central. Não é à toa que mulheres sensíveis apresentam, frequentemente, irregularidades quando submetidas a situações estressantes. Os distúrbios emocionais levam mais frequentemente à amenorreia (ausência da menstruação), mas o sangramento disfuncional também pode ocorrer depois de alterações emocionais importantes¹.

Fatores externos ao corpo também podem afetar a menstruação, como mudanças de ambiente. São observadas irregularidades menstruais diante das mais variadas mudanças abruptas: de cidade, local de ensino, núcleo de amizades e várias outras¹. Então, pode-se concluir que situações como trabalho em excesso, problemas profissionais, financeiros ou familiares, confrontos ou brigas, grandes situações negativas (como acidentes, falecimentos etc.), que possam causar traumas psicológicos e emocionais, podem ser estressante, causar mudanças no sistema nervoso que pode influenciar no processo menstrual.

Atraso que gera ansiedade. Ansiedade que gera mais atraso!
O atraso da menstruação, na maioria das vezes, preocupa seriamente nós mulheres, nos deixando ansiosas e nervosas. Acontece, porém, que esta preocupação com a hipótese de uma possível gravidez só tende a gerar mais estresse e preocupação.

E, como já vimos que o sistema nervoso interfere no ciclo menstrual, um maior atraso ou até a ausência do fluxo menstrual pode acontecer. Por isso, caso sua menstruação atrase por mais de quatro dias, o ideal é fazer um teste de gravidez. Assim, você evita este ciclo e preocupações e estresse desnecessários.

Lembre-se de usar sempre preservativos nas relações sexuais e de fazer o uso correto pelo método contraceptivo hormonal pelo qual optou. Manter a visita regularmente ao seu ginecologista também é importante para garantir o acompanhamento e as orientações especializadas.

Referências:

1) Beznos GW. Distúrbios menstruais. RBM. 2002. ago; 38(8):372-375.