Todas nós sabemos que a primeira menstruação marca a vida de qualquer menina, uma vez que a partir desse episódio vira-se uma chave e alguns “problemas de mulher adulta” passam a fazer parte do nosso cotidiano.

Porém, o que pode ser novidade para alguns, é que esse “fenômeno” representa importantes mudanças — muitas vezes assustadoras — nas vidas de diversas mulheres ao redor do mundo.

E mesmo sendo um processo natural do corpo humano feminino, ainda existem culturas que enxergam a menstruação como algo místico, exótico e, até mesmo, impuro. Em alguns países, por exemplo, acredita-se que as mulheres ficam amaldiçoadas durante o período menstrual.

Tire as mãos do meu sushi

Apesar dos robôs e das diversas tecnologias de ponta, ainda acredita-se no Japão que a mulher quando está menstruada tem o seu paladar alterado e, por isso, em algumas regiões do país elas são proibidas de trabalhar em restaurantes na produção de sushis, pois corre-se o risco de que elas errem a receita¹.

O Japão, inclusive, foi o primeiro país a lançar uma legislação para a licença menstrual. Porém, as mulheres não usufruem do direito por temerem preconceito no ambiente de trabalho².

Menstruação e isolamento

Na Índia, onde a menstruação é vista como algo sujo e amaldiçoado, 1 em cada 5 meninas deixa a escola por esse motivo durante o período menstrual.

Os indianos acreditam que as mulheres quando estão menstruadas não devem tomar banho — o que prejudica ainda mais a vida social —, porém, a falta de higiene deixa esse período ainda mais difícil e desconfortável,  além de possibilitar o aparecimento de diversas doenças³.

O pano nosso de cada mês...

No Afeganistão — assim como na Índia — as mulheres não lavam as suas vaginas durante os dias de menstruação, pois existe uma crença de que isso poderá torná-las inférteis.

Uma pesquisa da Unicef realizada com garotas entre 12 e 18 anos, mostrou que 62% delas usam tiras de roupas no lugar de absorventes, pois como o assunto é um completo tabu, elas não podem sequer contar com a ajuda dos pais na compra do produto⁴.

Reze em casa

Em alguns lugares da África do Sul — onde a menstruação também é motivo de vergonha e onde o sangue menstrual é encarado como algo impuro — as mulheres durante a fase menstrual não podem encostar em imagens religiosas e, além disso, não é apropriado que entrem em templos durante esse período⁵.

Feitiçaria?

Embora aqui no Brasil as coisas pareçam um pouco melhor, saibam que nem sempre foi assim.

No século 18, por exemplo, as pessoas tinham a convicção de que o sangue da menstruação seria o principal ingrediente de poções usadas para enlouquecer as pessoas e também para matar bebês. Um absurdo, não é mesmo?⁶

Após algumas décadas as coisas evoluíram bastante por aqui, no entanto, ainda hoje as meninas falam “entre linhas” sobre a menstruação e, além disso, ainda repetem involuntariamente durante o período menstrual alguns costumes herdados das mães e avós que não possuem nenhuma comprovação científica, como o hábito de não molhar os cabelos e evitar andar descalça durante os dias de menstruação, onde acredita-se que esses hábitos podem potencializar as dores causadas pelas cólicas menstruais. 

Para o alívio das cólicas e outras dores menstruais, conte com o Buscofem®. Por ter cápsulas de liquigel, ele não demora para ser absorvido pelo organismo, promovendo o alívio 2x mais rápido⁷ que comprimidos. Seu formato em cápsula Liqui-Gel o torna muito mais fácil de engolir. Para mais informações, consulte a bula de Buscofem! ⁸

 

NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE ÚLCERA, GASTRITE, DOENÇA DOS RINS OU SE VOCÊ JÁ TEVE REAÇÃO ALÉRGICA A ANTI-INFLAMATÓRIOS. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Buscofem (Ibuprofeno 400mg) é um medicamento analgésico em cápsulas Liqui-Gels®, composto por Ibuprofeno 400mg. LIQUI-GELS® é marca registrada da Catalent Brasil LTDA*. Contraindicações: alergia ou intolerância aos componentes da fórmula, asma, pólipo nasal, inchaço ou urticária provocada por medicamentos, úlcera gastrintestinal, doenças graves do coração, fígado ou rins, desidratação, últimos 3 meses de gravidez e em gestantes sem orientação médica e crianças menores de 12 anos. MS - 1.0367.0159 - SAC 0800 701 66 33. Outubro/2019

Referências: 1 - 9 Conceitos Absurdos sobre a menstruação ao redor do mundo: https://www.megacurioso.com.br/corpo-humano/73039-9-conceitos-absurdos-sobre-a-menstruacao-em-algumas-partes-do-mundo.htm  / 2 - Confira como é a lei sobre menstruação nos diferentes países:

https://oglobo.globo.com/economia/confira-como-a-lei-sobre-menstruacao-nos-diferentes-paises-20899913 / 3 - Depoimento: O tabu da menstruação na Índia:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/10/depoimento-o-tabu-da-menstruacao-na-india.html / 4 - Universa, UOL: Banho proibido, lonjura da cozinha e solidão: como é menstruar em 8 países: www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2019/05/29/banhos-proibidos-e-isolamento-como-e-estar-menstruada-nesses-8-lugares.htm / 5 - Revista Capricho, Editora Abril: 11 curioisidades sobre a menstruação ao redor do mundo: https://capricho.abril.com.br/vida-real/11-curiosidades-sobre-a-menstruacao-ao-redor-do-mundo/6 - Universa, UOL: 16 tabus sobre a menstruação ao longo da história: https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2019/02/11/curiosidades-16-tabus-sobre-a-menstruacao-ao-longo-da-historia.htm?cmpid=copiaecola / 7 - Mendes GD, Mendes FD, Domingues CC, et al. Comparative bioavailability of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers.Int J Clin Pharmacol. 2008; 46 (6), 309 – 318. / 8 - Bula do paciente Buscofem® [Internet]. 19.fev.2019 [Acesso em 18.Mar.2019]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=4278942018&pIdAnexo=10561726

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"

"