O nosso website utiliza cookies para lhe identificar e aprimorar a sua experiência de navegação.
Alguns cookies são necessários, outros são utilitários, analíticos ou de marketing. Ao continuar navegando, você concorda com os termos da nossa Política de Cookies.

Cólicas, inchaço, dores nas costas, na cabeça e nas pernas… Parece familiar? Esses são apenas alguns dos desconfortos que nós, mulheres, sentimos todos os meses com a chegada da menstruação ¹'². Quando essas dores são muito fortes, além de afetarem a nossa rotina, também acabam nos deixando preocupadas. Afinal, é normal sentir tanta dor assim?

A resposta é: depende. Dores menstruais fortes podem estar relacionadas tanto a um aumento da sensibilidade da mulher no período menstrual¹ – que acaba sentindo os sintomas com mais intensidade – como também podem ser causadas por doenças na região pélvica, dentre elas a endometriose¹.

Mas, como dissemos, tudo vai depender de cada caso. Para deixar você mais tranquila e ajudá-la a entender o que é normal ou não acontecer no período menstrual, vamos explicar abaixo um pouco mais sobre cada uma das dores da menstruação. Venha com a gente! <3

A cólica menstrual, também conhecida como dismenorreia, é um dos sintomas mais comuns da menstruação, podendo atingir 80% das mulheres¹. Ela pode ser classificada como primária ou secundária.

A dismenorreia primária é a cólica “comum”, que chega com o fluxo menstrual e dura entre um e dois dias. Já a dismenorreia secundária é uma dor mais intensae prolongada, que costuma se manifestar horas e até mesmo dias antes da menstruação, permanecendo durante todo o fluxo¹.

A cólica do segundo tipo é causada por alguma alteração no nosso corpo, como a endometriose, infecções crônicas ou agudas e tumores na região pélvica¹. Portanto, se você está sentindo cólica muito forte e que não passa com a chegada do fluxo, é importante ficar alerta!

Já falamos melhor sobre esse sintoma e explicamos se é normal sentir cólica muito forte. Clique e saiba mais!

Dores nas costas

Sim, muitas mulheres sentem dores nas costas por causa da menstruação²! Essa dor está relacionada com a ação de uma substância chamada prostaglandina, que provoca contrações no útero e causa cólicas na região pélvica¹'³. O que acontece é que essa dor, muitas vezes, atinge também a região lombar, causando um sintoma chamado lombalgia; ou seja, dor nas costas¹'².

Já foi afetada por esse sintoma? Confira então as nossas dicas de como aliviar a lombalgia durante a TPM!

Dor de cabeça

Entre as mulheres que sentem dores de cabeça frequentes, cerca de 60% a 70% têm relação com a menstruação. Embora não tenha muito consenso entre os especialistas, de modo geral pode-se dizer que a cefaleia menstrual é aquela que aparece até 2 dias antes do fluxo e permanece por até 48h depois que a menstruação começa. A diferença dessa dor de cabeça para as outras é que, quando relacionada à menstruação, ela dura mais tempo e causa dor intensa4.

Conheça outros tipos de dor de cabeça além da cefaleia menstrual que também atingem as mulheres!

Dores nas pernas

Já sentiu aquelas incômodas dores nas pernas durante a TPM? Então, elas podem ser tanto aquelas dores que irradiam para as coxas¹ como também um inchaço causado pela retenção de líquidos, que são comuns no período menstrual³.

Quer saber mais e entender se a dor nas pernas na TPM é normal? Então acesse nosso post e confira!

Afinal, é normal ou não sentir dores menstruais fortes?

Depois de tudo o que você leu, fica o reforço: nenhuma dor muito forte e com duração prolongada é normal! A tendência é que as dores sejam mais fortes na adolescência e diminuam com o passar dos anos¹. Por isso, é importante procurar o auxílio de um especialista para entender melhor o seu organismo e o que está causando essas dores excessivas.

Mas, se quiser saber mais sobre como aliviar dores menstruais, acesse nosso conteúdo e descubra várias dicas!

NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE ÚLCERA, GASTRITE, DOENÇA DOS RINS OU SE VOCÊ JÁ TEVE REAÇÃO ALÉRGICA A ANTI-INFLAMATÓRIOS. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Buscofem é indicado para o alívio das cólicas e outras dores menstruais. LIQUI-GELS® é marca registrada da Catalent Brasil LTDA*. Contraindicações: alergia ou intolerância aos componentes da fórmula, asma, pólipo nasal, inchaço ou urticária provocada por medicamentos, úlcera gastrintestinal, doenças graves do coração, fígado ou rins, desidratação, últimos 3 meses de gravidez e em gestantes sem orientação médica e crianças menores de 12 anos. MS - 1.0367.0159 - SAC 0800 701 66 33.

Referências:

  1. Diegoli, MSL; Diegoli, CA. Dismenorréia [Internet]. RBM. 2006. [Disponível em: http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=3529].
  2.  Oliveira, Q; Cândida, RG; Silva, C; et al. TENS de alta e baixa frequência para dismenorreia primária: estudo preliminar [Internet]. ConsSaude. 2012. [Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/929/92923617020.pdf].
  3. Nogueira, CWM; Pinto e Silva, JL. Prevalência dos Sintomas da Síndrome Pré-menstrual [Internet]. RBGO. 2000.  [Disponível em:  http://www.scielo.br/pdf/rbgo/v22n6/12205.pdf].
  4. Miziara,  L; Biga, ME; Bordini, CA; et al. Cefaléia Menstrual: estudo semiológico de 100 casos [Internet]. Arq Neuropsiquiatr. 2003. 61(3-A):596-600. [Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/anp/v61n3A/a13v613a.pdf].

ONDE COMPRAR ONLINE

Buscofem. ibuprofeno.
Indicações: tratamento dos sintomas de febre e dores leves e moderadas associadas a gripes e resfriados, dores de garganta, de cabeça, enxaqueca, de dente, nas costas, musculares, articulares e na região abaixo do umbigo, como cólicas menstruais. MS 1.7817.0892.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Fev/2021.
LIQUI-GELS® é marca registrada da Catalent Brasil LTDA.

Referência Consultada: 1. Bula do produto Buscofem. 2. *Mendes GD, Mendes FD, Domingues CC, et al. Comparative bioavailability
of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers. Int J Clin Pharmacol. 2008; 46 (6), 309 – 318.