Sempre quando o assunto é menstruação, automaticamente já partimos para o seguinte pensamento: dias de sangue! =/

Porém, o ciclo menstrual vai muito além dos dias em que temos esse fluxo.

Ele é um fenômeno biológico que ocorre em mulheres saudáveis e que influencia diretamente nas concentrações hormonais femininas.

Geralmente, o ciclo menstrual dura em média 28 dias e pode ser dividido em 3 fases.

Falaremos aqui um pouco sobre cada uma delas e como elas influenciam em nosso dia a dia.

Fase folicular

Tem início no 1° dia do ciclo menstrual e dura, geralmente, até o 9°.

Nos dois primeiros dias o organismo percebe a baixa quantidade de estrogênio (hormônio que, entre diversas funções, prepara o corpo para a gravidez e protege as células nervosas). Muitas vezes, é nesse período em que sentimos mais fadiga, um certo desânimo, aquela preguiça e as famosas cólicas. Do 3° dia em diante, a produção de estrogênio começa a aumentar e o fluxo menstrual a diminuir e, com isso, a nossa disposição, confiança e energia começam a melhorar.

Fase Ovulatória

É a fase em que se começa o período fértil. Geralmente dura do 10° ao 14° dia, e os níveis de estrogênio continuam aumentando. A libido sobe (opa, cadê o crush!?!) e é um excelente momento para praticar exercícios físicos mais intensos e tomar decisões importantes, pois, junto com o aumento do estrogênio, também se elevam os níveis de testosterona.

Mas CUIDADO! Se você não pretende engravidar por agora, o 14° dia é o período em que outro hormônio é acionado: o luteinizante (LH).

É o aumento do LH que causa a liberação do óvulo maduro para o ovário, a famosa ovulação!

Fase Lútea

Essa é a última fase do ciclo menstrual, e vai do dia da ovulação até a próxima menstruação. Nesse período, ao contrário do folicular (que pode variar), existe uma duração limitada bem certinha: de 10 a 16 dias. Nela, além do estrogênio, mais um hormônio entra em ação: a progesterona!

Os sintomas durante esses últimos dias de ciclo são os mais variados possíveis, incluindo a nossa amiga TPM, que chega lá pela 4°semana.

Durante a fase luteínica é comum sentir os seios mais sensíveis, notar um inchaço no corpo, prisão de ventre e cansaço. Quando a TPM chega, temos que estar preparadas para as possíveis alterações de humor, como a tristeza, irritação, ansiedade, agressividade e pasmem...FELICIDADE, pois temos uma alteração hormonal muito alta e as sensações são as mais diversas possíveis.

É de extrema importância que conheçamos cada fase do ciclo, pois assim nos conheceremos por inteiras...corpo e mente.

Para te ajudar nesse autoconhecimento, procure fazer anotações sobre o seu humor e suas percepções corporais (padrões e sensações que se repetem).

E para que todo esse processo fique mais relax, conte com o Buscofem.

Ele é o aliado da mulher moderna nas dores e cólicas menstruais, pois promove alívio 2x mais rápido¹ que outros comprimidos, graças a sua cápsula liquigel.

Para mais informações, consulte a bula de Buscofem!

NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE ÚLCERA, GASTRITE, DOENÇA DOS RINS OU SE VOCÊ JÁ TEVE REAÇÃO ALÉRGICA A ANTI-INFLAMATÓRIOS.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER

CONSULTADO.

Buscofem (Ibuprofeno 400mg) é um medicamento

analgésico em cápsulas Liqui-Gels®, composto por Ibuprofeno 400mg. LIQUI-GELS®

é marca registrada da Catalent Brasil LTDA*. Contraindicações: alergia ou

intolerância aos componentes da fórmula, asma, pólipo nasal, inchaço ou

urticária provocada por medicamentos, úlcera gastrintestinal, doenças graves do

coração, fígado ou rins, desidratação, últimos 3 meses de gravidez e em

gestantes sem orientação médica e crianças menores de 12 anos. MS - 1.0367.0159

- SAC 0800 701 66 33. Agosto/2019

1. Mendes GD, Mendes FD, Domingues CC, et al. Comparative bioavailability of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers.Int J Clin Pharmacol. 2008; 46 (6), 309 – 318.