O nosso website utiliza cookies para lhe identificar e aprimorar a sua experiência de navegação.
Alguns cookies são necessários, outros são utilitários, analíticos ou de marketing. Ao continuar navegando, você concorda com os termos da nossa Política de Cookies.

Por que ir ao ginecologista é importante? 

A visita ao ginecologista pode ser motivo de preocupação para muitas mulheres, que podem sentir vergonha ou até medo da consulta ginecológica. A dúvida sobre quando e por que ir, além do que falar com o médico, são só algumas das muitas questões que rodeiam o imaginário feminino.

Quando ir ao ginecologista?

Quando se trata da primeira consulta, o ideal é que a jovem procure um ginecologista após a primeira menstruação e, também, antes de iniciar a sua vida sexual.

Caso você já tenha passado pela primeira consulta, a ida ao ginecologista deve acontecer sempre que você sentir necessidade, houver alguma alteração no seu ciclo menstrual, sangramentos irregulares, corrimentos ou odores diferentes e qualquer outra anormalidade.

Atenção: é importante consultar regularmente seu ginecologista, pelo menos uma vez ao ano, mesmo sem qualquer anormalidade.

Porque é importante ir ao ginecologista? 

  • Orientações

É durante a conversa aberta e sincera com o ginecologista que tiramos todas nossas dúvidas e que recebermos diversas orientações, seja sobre:

  • os cuidados específicos da higiene íntima,

  • ciclo menstrual e suas alterações,

  • prevenção de DST e câncer de colo de útero¹,

  • autoexame do câncer de mama.
     

  • Diagnóstico e tratamento de doenças

Muitas doenças são assintomáticas (não existe nenhum sintoma visível que indique sua presença). É o que acontece com algumas Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) - como o vírus HIV e HPV. Quando não tratadas podem causar danos irreparáveis na saúde da mulher, esterilidade e diversas complicações na gravidez³.

Por isso, é fundamental ir a um ginecologista regularmente. Só ele, através do Papanicolau e outros exames específicos², será capaz de diagnosticar a existência de doenças.

Além disso, muitas doenças possuem sintomas que são facilmente despercebidos ou confundidos. É o caso da endometriose e dos pólipos endometriais, dois distúrbios que podem acabar sendo confundidos com o período menstrual, e que provocam, respectivamente, fortes cólicas menstruais4 e sangramentos uterinos anormais5.

A endometriose é a presença do endométrio em locais fora do útero, como ovários, peritônio ou ligamentos útero-sacros. Além das cólicas intensas, causa dor durante o ato sexual, dor pélvica sem relação com a menstruação, infertilidade e alterações urinárias (como dificuldade, dor e sangramentos ao urinar)4.

Já os pólipos endometriais são lesões benignas que podem causar infertilidade5. Costumam causar sangramentos uterinos anormais na maior parte dos casos, mas nem todas as pacientes apresentam sintomas5.

  • Exames periódicos e prevenção

Ainda relacionado a patologias, a consulta ginecológica permite a realização de exames periódicos importantes e orientação sobre prevenção.

A visita ao ginecologista pode ser motivo de preocupação para muitas mulheres, que podem sentir vergonha ou até medo da consulta ginecológica.

Referências:

  1. Santos MCL, Fernandes AFC, Cavalacanti PP. Consulta ginecológica - motivações e conhecimento da mulher sobre a prevenção do câncer de colo de útero. Rev RENE Fortaleza. Jan/Jun 2004;5(1):22-26.

  2. Barbeiro FMS, Cortez EA, Oliveira PAMC, Silva ALO. Conhecimentos e práticas das mulheres acerca do exame papanicolau e prevenção do câncer. Rev. de Pesq.: cuidado é fundamental. Set/dez 2009;1(2):414-422

  3. Coccaro LC, Moretti E. Doenças Sexualmente Transmissíveis e Usuárias do Serviço de Ginecologia do Centro de Saúde de Passo Fundo. Rev Médica HSVP. 2003; 15(32): 25-28.

  4. Podgaec S, Abrão MS. Endometriose: aspectos atuais do diagnóstico e tratamento. RBM. Jan/Fev 2004;61(4).

  5. Nogueira AA. Pólipos endometriais. Rev Bras Ginecol Obstet. 2005; 27(5): 289-92.

ONDE COMPRAR ONLINE

Buscofem. ibuprofeno.
Indicações: tratamento dos sintomas de febre e dores leves e moderadas associadas a gripes e resfriados, dores de garganta, de cabeça, enxaqueca, de dente, nas costas, musculares, articulares e na região abaixo do umbigo, como cólicas menstruais. MS 1.7817.0892.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Fev/2021.
LIQUI-GELS® é marca registrada da Catalent Brasil LTDA.

Referência Consultada: 1. Bula do produto Buscofem. 2. *Mendes GD, Mendes FD, Domingues CC, et al. Comparative bioavailability
of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers. Int J Clin Pharmacol. 2008; 46 (6), 309 – 318.