Menstruação atrasada, e agora?

A mulher que conhece bem o seu ciclo menstrual espera, todo mês, a chegada da menstruação naquele período que é o padrão para o seu organismo. Quando a menstruação atrasa, a primeira suspeita é de gravidez, porque este é um dos sintomas mais associados à gestação¹. Entretanto, o corpo não funciona em perfeito sincronismo, tal qual uma máquina, e os atrasos podem ser causados por diversos outros fatores.

O ciclo menstrual irregular, de fato, gera angústia à adolescente, que se vê cheia de dúvidas no momento em que a menstruação demora para descer. A gravidez normalmente é a primeira hipótese considerada, mesmo em mulheres que usam métodos contraceptivos. Para eliminar ou confirmar a suspeita, não há maneira mais segura do que fazer um teste de gravidez. Atualmente, é possível identificar uma gravidez com apenas um dia de atraso menstrual², porém os exames realizados após uma semana se tornam mais confiáveis. O BHCG é o teste de maior credibilidade, mas o de farmácia também apresenta elevada taxa de acerto, além de ser mais prático.

Se a gravidez for descartada, ainda há outras causas possíveis para o atraso da sua menstruação. O ciclo menstrual é facilmente influenciado por fatores externos ao sistema reprodutor. Alterações emocionais como estresse e ansiedade são capazes de afetar a produção hormonal, fazendo com que a menstruação atrase por alguns dias³. Situações comuns a muitas mulheres, como problemas no trabalho ou na família, uma prova ou uma reunião importante podem ser bem estressantes e interferir no ciclo normal.

Mudanças bruscas na gordura corporal, como emagrecimento ou ganho de peso, também afetam o ciclo menstrual, assim como doenças endócrinas, hepáticas, renais , entre outras ³. As células de gordura contribuem na produção de estrogênio, e alterações radicais, para mais ou para menos, modificam os níveis deste hormônio. Assim, a ovulação fica prejudicada, e o período menstrual, consequentemente, sofre atrasos.

Por isso, é importante ir ao ginecologista e investigar se não há uma doença orgânica por trás do atraso na menstruação.

Além destas causas, podemos citar a menarca recente e a menopausa. Uma menina que teve a primeira menstruação há pouco tempo, pode ter o ciclo irregular por até cinco anos, então é comum que o sangramento atrase³. A menopausa, por sua vez, ocorre quando a mulher tem entre 45 e 50 anos. Entretanto, há casos de menopausa precoce, em que os ciclos ovulatórios se encerram antes mesmo dos 40 anos.

O atraso da menstruação pode ser ocasionado por diversos fatores, e nem sempre é um indício de gravidez. Em algumas situações, é extremamente normal que a menstruação atrase, pois o corpo não necessariamente se comporta como um relógio, respeitando o período entre os ciclos. Porém, há casos em que o simples atraso do sangramento esconde causas mais graves, que precisam ser tratadas. Não se desespere caso a menstruação atrase alguns dias, mas fique atenta aos sintomas paralelos e procure um médico para verificar se está tudo bem com a sua saúde.

Para acompanhar seu ciclo menstrual, você pode usar o aplicativo Sai Cólica, de Buscofem. Ele traz um calendário que você configura conforme seu ciclo e ainda tem jogos superdivertidos para você se distrair quando a cólica menstrual aparecer. O app é gratuito, disponível para Android e iOS.

O atraso da menstruação pode ser ocasionado por diversos fatores, e nem sempre é um indício de gravidez.

Referências:

1- Resende LV, Fonseca MC. Concepções metafóricas de adolescentes grávidas sobre sexualidade, gravidez e maternidade, um enfoque de gênero. [Monografia]. Caxambu-MG: , ABEP; 2008. 

2- Hercowitz A. Gravidez na adolescência. Pediatr Mod. Ago 2002;38(8):392-5.

3- Beznos GW. Distúrbios menstruais. Pediatr Mod. Ago 2002;38(8):372-375.