Período menstrual: tudo dói!

Não bastasse a cólica que já nos tortura o suficiente, o período menstrual ainda vem acompanhado de outros sintomas um tanto quanto desagradáveis. É dor aqui, dor ali, parece que tudo dói! E, assim, o período menstrual se torna o pesadelo que já conhecemos. Mas será que é normal sentir dor em lugares que parecem ter nada a ver com o útero?

É sim! Acontece que os sintomas da dismenorreia primária - ou simplesmente cólica - podem  não abranger somente a dor na região abdominal, como conhecemos essencialmente. As contrações uterinas ocasionadas pela menstruação refletem, também, na região lombar. Ainda, as dores no abdômen e na lombar podem se irradiar para os membros inferiores¹.

A substância responsável pela contração do útero - e consequentemente pela cólica menstrual - se chama prostaglandina. Esta substância é produzida pelo organismo para que o endométrio seja eliminado. Entretanto, a prostaglandina tem ação inflamatória, podendo ainda causar náusea, vômito, distensão abdominal e dor de cabeça².

Muitas mulheres reclamam de dores de cabeça semelhantes à enxaqueca neste período. Pois senti-las tanto no período pré-menstrual quanto na dismenorreia é muito comum. Quando a mulher está perto de menstruar, o organismo diminui a produção de estrogênio. Sem este hormônio, os vasos dilatam e provocam uma dor de cabeça fortíssima. Esta dor só passa quando os vasos voltam ao seu diâmetro normal, ou seja, quando os níveis de estrogênio voltam a subir³. Infelizmente, esperar por isso pode ser doloroso, e a mulher talvez tenha que optar por uma solução mais imediata, já que o nível de estrogênio permanece baixo durante todo o período menstrual.

Por atuar no combate à cólica e aos demais sintomas associados, o uso de anti-inflamatórios não hormonais - como o Ibuprofeno e a Dipirona - é muito recomendado no período menstrual. A vantagem é que estes medicamentos podem ser administrados durante as crises para o alívio imediato da dor, como medida paliativa. Mas, além de recorrer aos fármacos, ainda é possível amenizar os sintomas da dismenorreia com medidas simples como repouso e aplicação de calor local⁴.

Para te ajudar a esquecer as cólicas menstruais, conte com o aplicativo da Buscofem, o Sai Cólica. Com ele, você tem acesso a jogos para relaxar e se divertir. Além disso, o app tem um calendário que você configura conforme seu ciclo menstrual e pode ficar de olho. O Sai Cólica é gratuito para iOS e Android.

...os sintomas da dismenorreia primária - ou simplesmente cólica - podem  não abranger somente a dor na região abdominal, como conhecemos essencialmente.

Referências:

1)  Oliveira RGCQ, Silva JC,  Almeida AF,et al. TENS de alta e baixa frequência para dismenorreia primária: estudo preliminar. ConScientiae Saúde. 2012; 11(1): 149-158.

2) Zeev Harel, MD. Dysmenorrhea in adolescents an young adults: etiology and management. J Pediatr Adolesc Gynecol. 2006; 19: 363-371.

3) Schultze C,  Carvalho RML, Carvalho DS. Cefaleia e terapia de reposição hormonal. Rev. Neurociências. 2001; 9(1): 9-15.

4) Motta EV, Salomão AJ, Ramos LO. Dismenorreia - Como diagnosticar e tratar. Rev Bras Med. 2000; 57(5).